Como decidir a tiragem correta?

By 20 de julho de 2018 abril 26th, 2019 Blog, Finanças

Como decidir a tiragem correta?

Todo editor fica inseguro na hora de decidir uma tiragem. Seja de um lançamento, seja de um livro que está sendo reimpresso. Qual a quantidade ótima?

Esta dúvida surge porque a indústria gráfica se beneficia da economia de escala. Quando mais você imprime, mais barato fica o custo unitário. Logo, somos tentados a imprimir mais. E aí é que mora o perigo. 

Para contrapor a economia de escala temos o custo do dinheiro no tempo. Quanto mais tarde eu pago um gasto mais barato ele fica, pois não preciso tirar dinheiro do meu caixa, ou tomar emprestado, para pagar a gráfica.

É neste conflito entre economia de escala versus custo do dinheiro no tempo que devemos decidir nossa tiragem.

Vamos fazer aqui uma simulação. Imagine que você estime vender 2.000 exemplares em um ano, sendo mil a cada seis meses. Você recebeu os seguintes valores da gráfica:

Impressão de 2.000 exemplares = R$ 4,50/unidade = R$ 9.000,00

Impressão de 1.000 exemplares = R$ 5,00/unidade = R$ 5.000,00

 Neste exemplo, estamos diante da seguinte situação. Prefiro pagar hoje R$ 9 mil ou R$ 10 mil, sendo metade agora e outra metade daqui a 6 meses?

 Temos agora que fazer uma conta para trazer os R$ 10 mil aos valores de hoje, pois metade só será pago daqui a 6 meses.

O custo do dinheiro no tempo varia de acordo com cada empresa. Mas vamos imaginar que sua editora esteja constantemente descontando duplicata no banco, ou recorrendo a empréstimos de curto prazo – algo não raro nos dias atuais, principalmente em função dos atrasos da Saraiva e da Cultura. Estes tipos de empréstimos são bastante onerosos. Para o exemplo proposto, vamos imaginar que sua editora esteja pagando uma taxa de 6% ao mês.

Desta forma, os R$ 10 mil, pagos metade agora e o restante daqui a seis meses, equivale, a valor presente, R$ 8.524,80 (se você quiser uma planilha que faz estas contas automaticamente, mande um e-mail que envio).

Agora ficou fácil decidir: prefiro a segunda opção, pois é mais barato do que a opção de compra imediata de 2 mil exemplares.

E a compra escalonada possui outra enorme vantagem: a imprevisibilidade das vendas.

Para fazer todas estas contas partimos do pressuposto que a editora vai vender dois mil exemplares em um ano. Ocorre que não podemos ter certeza disto. Imagine que você só venda mil exemplares em ano. Você errou a previsão. O restante da sua tiragem vai ficar parada no estoque. Significa que R$ 4.500,00 ficarão imobilizados. Dinheiro que fará falta no seu caixa. 

Sempre tendo a preferir impressões reduzidas, mesmo que isto signifique perda de margem. Nas editoras devemos privilegiar o fluxo de caixa e não o resultado econômico.

Antes de encerrar gostaria de dar uma dica. Não fique chateado quando um livro acaba no estoque. Isto não é ruim, pelo contrário, é um ótimo sinal. Significa que você está no caminho certo. Não é problema estar com o estoque zerado, problema é sobrar. Excesso de estoque é uma das principais causas da pouca saúde financeira da maioria das editoras.

 

André Castro é formado em Ciências Contábeis pela UFRJ com pós-graduação em Finanças Corporativas pelo IBMEC e Management pela PUC/RJ. É diretor de conteúdo da LabPub e responsável pelas disciplinas de Finanças, Contabilidade e Estratégia.

Photo by Bank Phrom on Unsplash

Posts recentes

28 de junho de 2022 in Blog

Designer de livros premiado também escreve, traduz e pesquisa

Múltiplo, o designer de livros Delfin apresenta um expediente como pesquisador Delfin conta nesta conversa como foi o trabalho de pesquisa que fez para a Editora Globo, auxiliando o jornalista…
Read More
20 de junho de 2022 in Blog

Para livros escritos por mulheres, uma editora dedicada

Expediente de Dani Costa Russo é da estreia com romances O expediente do livro Descanso, de Rafaela Riera, foi o escolhido pela editora do selo Auroras, Dani Costa Russo para…
Read More
13 de junho de 2022 in Blog

Rubem Braga vivo pelo trabalho de um editor

Gustavo Tuna fala das edições de Rubem Braga na Global Editora Editoras que reeditam a obra de grandes autores cumprem um grande papel na cultura. Mas há quando, mesmo depois…
Read More

Nossos cursos

5 de abril de 2021 in Cursos, Todos

Ebook – Faça você mesmo: crie um livro digital e coloque à venda – Turma 4

O mercado de livros digitais revolucionou a indústria editorial. Junto com a internet, os ebooks promoveram as maiores alterações na estrutura do setor desde sua criação. Novos canais de venda,…
Read More
5 de abril de 2021 in Cursos, Todos

Direitos autorais e administração de contratos

O curso Direitos autorais e administração de contratos é voltado ao mercado editorial e está estruturado sobre dois pilares principais: disposições legais e práticas editoriais. Sejam editores, preparadores, designers, gestores ou proprietários…
Read More
5 de abril de 2021 in Cursos, Todos

Curso Formação de Tradutor de Livros | Turma 8

Uma parte significativa dos livros publicados no Brasil é traduzida. E, desses, uma fatia ainda maior provém da língua inglesa. O que se nota, porém, é que o mercado editorial…
Read More