Sexta e sábado você não vai fazer outra coisa

By 22 de abril de 2020 Blog

Sexta e sábado você não vai fazer outra coisa

Vamos lá: seu interesse é na escrita? O escritor Felipe Sali apresenta já na sexta-feira, a partir das duas da tarde, “Saindo da gaveta: como mostrar minha história para os leitores“, em que ele vai tratar principalmente de uma das questões fundamentais da vida autoral, que é fazer chegar o que você escreve aos leitores. Ele próprio tem uma vivência muito intensa nisso. Agora, pra tratar da construção do texto mesmo, você não pode perder a conversa entre o editor Marcos Marcionilo e o escritor e filólogo Marcos Bagno em “Como se escreve?” , a partir das 18h10 de sexta-feira. Eles vão apresentar princípios valiosos para qualquer gênero textual, pois têm a experiência tanto da ficção quanto da não-ficção e da poesia. Com mais foco no romance, não perca a conversa entre Márcia Tiburi e Ricardo Lísias: “Literatura é ação!“. É nesse mesmo horário de fim de tarde/início de noite (18h10), mas no sábado.

Ainda na escrita, mas com foco nos jovens e nas crianças, o sábado na LabFest traz logo de manhã, a partir das 10 horas, “Escrevendo literatura para jovens leitores“, com os autores Ana Claudia Ramos e Jorge Marques. Na sequência, “Tabus: falando de temas difíceis com as crianças“, com  as escritoras Rosana de Mont”Alverne Neto e Andrea Taubman.

Se seu assunto preferido é poesia, o papo começa na sexta-feira com a jornalista e escritora Nanete Neves e sua “Oficina de Haicai“, a partir das 16h30. E no sábado, a conversa “Poesia para que?” entre o poeta Maílson Furtado, que teve recente destaque pelo prêmio Jabuti ao livro À cidade, e André Argolo, jornalista e professor em oficinas de escrita.

Lançamentos

Dois livros serão lançados no evento, ambos no sábado: Às 13h30, Ingênuo. Super, de Erland Loe , da Numa Editora. Às 20h, Coronavírus e as cidades no Brasil: reflexões durante a pandemia, da editora Outras Letras.

Mercado

Consultor de várias editoras na área de finanças, o fundador da LabPub André Castro dá o pontapé inicial do evento na sexta-feira, a partir das 10 horas, com “Kit de sobrevivência: três coisas que sua editora precisa fazer agora!“, estendendo a mão aos editores que precisam atravessar essa difícil crise que vivemos – é uma questão de mercado mas também da sobrevivência da necessária bibliodiversidade.  Na sequência, Orlando Prado (Quincas Consultoria), Talita Camargo (Livraria do Comendador) e Monica Carvalho (Livraria da Tarde) vão discutir o que agora é mais do que nunca necessário, ou seja “Novos canais de vendas e divulgação“. Às 12h30,  o assunto é outro caminho muito valorizado no meio editorial no mundo inteiro atualmente: o audiolivro. Mariana Rolier, da Storytel, vai apresentar “Mitos e verdades sobre o audiolivro“. E nessa toada das possibilidades do livro em diversas plataformas, às 12h35 da sexta-feira tem a conversa “Entrando de cabeça no digital: o que é possível começar agora“, com André Palme (Storytel), Camila Cabete (Kobo) e Raphael Secchin (Bibliomundi). Ainda nessa sexta, a escritora e editora na Kuanza Produções, Cidinha da Silva, fala em “Como produzir em tempos de crise“, a partir das 14h50. E o jornalista e editor da Lote42 João Varella traz, a partir das 15h40, “As lições dos videogames para o mercado editorial“. Ou seja, ninguém vai passar pela LabFest sem nenhuma ideia para se manter ou entrar no meio editorial, podendo fazer planos ainda que em tempos difíceis.

Horas muito felizes

Puxa, já que o evento não é presencial, não teremos happy hour… Mentira! Teremos! Tanto na sexta quanto no sábado o happy hour começa às 19h10, com papos descontraídos, enquanto você prepara seu café ou chá ou cata uma bebida na geladeira por aí. Na sexta, vai ser com o professor mais popular do EAD nacional, o editor Pedro Almeida,  com a agente literária Alessandra Ruiz. No sábado, o jornalista Leonardo Neto com a editora Raquel Menezes, que preparam um livro sobre os grandes nomes da edição no Brasil em todos os tempos (e são também muito divertidos).

E mais!

Os amados criadores do canal Vá ler um livro, no YouTube, Taty Leite e Guto Assis, trazem a conversa “Criando conteúdo nas redes: o que é essencial para começar“, a partir das 17h20 de sexta-feira. Às 19h50, sem sustos, Marcos DeBrito (escritor e cineasta) e Marcus Barcelos (escritor) apresentam “Terror nos livros e na vida“. E, para a noite terminar bem gostosa e estimulante, às  20h45 as escritoras Bela Prudêncio (escritora) e Nana Pavoulih (escritora) conversam em “Fica em casa e leia hot“, porque ninguém precisa ser ferro 24 horas por dia.

No domingo, o editor e roteirista de histórias em quadrinhos Lobo fala de “Re alfabetização visual”, a partir das 11h40. Às 12h35 começa a conversa “Literatura infantil necessária“, entre Sergio Alves (editor Caraminhoca), Stela Barbieri (artista plástica e escritora) e Fernando Vilela (artista plástico, escritor e ilustrador). Ajudar a respirar e viver melhor é o tema especial oferecido pela tradicional festa do livro de Poços de Caldas, em Minas, a Flipoços:  “Seja leve!“, a partir das 14h25,  com Leila Ferreira (jornalista e escritora), Patrick Campos (jornalista e escritor) e Gisele Corrêa Ferreira (produtora cultural). Direto de Paris, na França, o poeta e professor universitário, também promotor de um festival literário no exterior, a Primavera Literária, Leonardo Tonus conversa com o jornalista e escritor Vitor Bonini em “Autores pelo mundo”, a partir das

15h20. E os embalos de sábado à noite vão ser por conta da literatura, com “Amor e outros sentimentos“, conversa entre Victor Degasperi (psicólogo e escritor) e Fred Elboni (escritor, palestrante e criador de conteúdo), e

A fantástica realidade ou a realidade fantástica“, com Felipe Castilho (escritor e roteirista) e Marcelo Maluf (escritor).

Inscreva-se!

Para participar de todo o LabFest do Livro a taxa é de R$39,00.

Ao pagar, o participante receberá um código de acesso para participar de todo o festival, onde poderá participar ativamente de cada evento, através de perguntas e participar de sorteios que acontecerão durante o festival.

Posts recentes

3 de junho de 2020 in Blog

Entre dias de folia e de revolução

Entre dias de folia e de revolução Eduardo Lacerda, fundador da Editora Patuá, é poeta além de editor. Mas passou a se dedicar muito mais à poesia dos outros do…
Read More
3 de junho de 2020 in Blog

Garantia de entrada no mercado?

Garantia de entrada no mercado? Os cursos à disposição são os mesmos, mas você define suas prioridades, tanto no MBA BOOK PUBLISHING quanto na PÓS-GRADUAÇÃO EM PRODUÇÃO EDITORIAL.                                                                                   por…
Read More
3 de junho de 2020 in Blog

Editor de Aquisição & Revisão de Textos

Editor de Aquisição & Revisão de Textos Mês especial para o aprimoramento de profissionais na LabPub, com esses dois cursos de especialidades fundamentais para as editoras. REVISÃO E PREPARAÇÃO DE…
Read More

Nossos cursos

3 de junho de 2020 in Cursos

Design Thinking para o Mercado Editorial

Design Thinking é uma técnica que permite identificar necessidades, e criar soluções utilizando as ferramentas e os modos de pensar dos designers. Se fundamenta na capacidade humana natural (e treinável)…
Read More
15 de maio de 2020 in Cursos

Formação de Editor de HQ: o trabalho de publicação e venda de histórias em quadrinhos

O mercado de Histórias em Quadrinhos é um nicho com características únicas e para ser um editor de sucesso o profissional precisa desenvolver habilidades específicas. Os profissionais de uma editora…
Read More
7 de maio de 2020 in Cursos

Curso Produção Editorial: Do autor ao leitor – Turma 3

O curso Produção Editorial: do autor ao leitor tem como objetivo formar o produtor editorial, apresentando todas as informações necessárias para entender o processo de confecção do livro e gerir projetos editoriais…
Read More