Para o porteiro

By 26 de setembro de 2019 outubro 21st, 2019 Blog

Para o porteiro

“Para o porteiro mais bonito” leu Romualdo Heleno num envelope que encontrou no seu posto de trabalho.

– Mais bonito… Mais bonito???? – repetia o senhor de 67 anos enquanto andava de um lado para outro na guarita do edifício Pedra da Gávea. Não poderia ser ele o mais bonito. Ou poderia?

Romualdo Heleno foi ao minúsculo banheiro se olhar no espelho. Tudo que via mostrava que aquela carta não era para ele. A calvície e o ralo cabelo grisalho atestavam que se ali algum dia existiu beleza, ela partiu há muito tempo. Ele parecia ser tão mais velho do que sua certidão de nascimento dizia, como poderia ser o mais bonito?

Se o envelope fosse para “o porteiro mais determinado” – tinha conseguido formar três filhos com o mísero salário que recebia –  ou “o porteiro viúvo” ou até “o porteiro nordestino” – não que isso fosse raro no Rio de Janeiro, mas ele tinha nascido no Rio Grande do Norte -, poderia acreditar que era para ele, mas nunca, nunca, nunca o mais bonito. Esse era um adjetivo que nunca usavam para descrevê-lo, no entanto, como o definiam sempre como um excelente funcionário, não se permitiria falhar nesta entrega. Abriu o envelope para descobrir quem era o tal “porteiro mais bonito”.

Ler seu próprio nome no cabeçalho da carta provocou uma sensação de êxtase tão grande, que o aperto no peito e o formigamento no braço, nunca antes experimentados pelo porteiro, foram interpretados como felicidade.

Quando os moradores encontraram o corpo de Romualdo Heleno se surpreenderam com o sorriso no seu rosto sem vida e com a dificuldade em retirar das suas mãos uma carta que começava, numa escrita insegura, com “Meu belo Romualdo”.

Luara Batalha

Posts recentes

18 de fevereiro de 2020 in Blog

Livro: uma questão de oferta

Livro: uma questão de oferta Professor na LabPub, Diego Drumond acredita que a maioria das cidades do Brasil poderia sim ter livrarias, o que ainda não é a nossa realidade.…
Read More
18 de fevereiro de 2020 in Blog

Batendo o ponto e as expectativas

Batendo o ponto e as expectativas Professora no curso GHOSTWRITING & BIOGRAFIA, a escritora Nanete Neves conta a história do livro Batendo ponto, que surpreendeu até os próprios autores, depois…
Read More
18 de fevereiro de 2020 in Blog

Os nove anos da Patuá

Os nove anos da Patuá O aniversário da editora reuniu autores e leitores no bar Patuscada, em São Paulo, que é um dos muitos braços do publisher e poeta Eduardo…
Read More

Nossos cursos

9 de fevereiro de 2020 in Cursos

Fundamentos de Roteiro e Narrativa: Como criar histórias para filmes

Com o objetivo de apresentar esse mundo da direção de cinema e da elaboração de roteiros e da narração de boas histórias, criamos o curso Fundamentos de roteiro e narrativa: como…
Read More
4 de fevereiro de 2020 in Cursos

Ghostwriting & Biografia: Como transformar a história de outro em livro

Personalidades eternizam suas experiências em livro. Com o curso Ghostwriting & Biografia aprenderá a tirar o melhor conteúdo do autor.  Este curso é especialmente voltado para pessoas interessadas em se capacitar como…
Read More
19 de janeiro de 2020 in Cursos

Formação de Editor de Textos: Revisão, preparação e edição de livros originais e traduzidos | Turma 5

O curso tem como objetivo tornar o participante apto a realizar trabalhos de edição de textos, em suas etapas mais importantes: revisão, preparação e edição. O curso oferece aos participantes um…
Read More