O Lobo e o Molusco na literatura

By 14 de julho de 2020 Blog

O Lobo e o Molusco na literatura

Pareceria do roteirista e editor com o autor do canal de YouTube Mundo Molusco alcançou grande sucesso no Catarse e já investe em mais produtos editoriais.

Nossa entrevista é com Lobo,  roteirista e editor de HQs. Nascido em Porto Alegre, aonde voltou a morar recentemente, tem no currículo criações como a revista “Mosh” (com Renato Lima) e a editora Barba Negra. Também trabalhou como diretor de arte em agência, até desistir da publicidade, e foi coordenador editorial na Desiderata (depois adquirida pela Ediouro). A esse currículo ele acrescentou esse ano a publicação do livro Moluscontos, com ilustrações de Leandro Assis, a partir de contos publicados no canal de YouTube Mundo Molusco, que acumula milhões de visualizações.

LabPub — A campanha do Catarse para publicação do livro Moluscontos foi muito bem-sucedida. Foi sua primeira nesse formato?

LOBO — Todo livro é uma aposta no escuro. Não tem como saber se vai dar certo ou não. A campanha do Moluscontos foi um grande sucesso, no primeiro dia atingimos vinte por cento da meta, então eu entendi que tudo correria bem dali por diante, mas não imaginei que a gente atingiria mais de cento e cinquenta por cento da meta. O Molusco tem uma relação muito próxima com o público reunido nos dez anos de canal no YouTube, Mundo Molusco. E eles respondem muito rápido, tão rápido que em vez de publicar apenas um livro, decidimos montar uma editora canábica. Em breve divulgaremos os próximos títulos e autores. Como editor, já produzi e participei de umas poucas campanhas, sempre em parceria com autores: Porco Pirata, do João Azeitona e Até Aqui tudo bem, do Rafael Corrêa tiveram bastante sucesso. A campanha do Castanha do Pará só dei pitaco, o Gidalti fez tudo sozinho e também teve saldo positivo. Participei de outras que deram com os burros n’água, numa cheguei a dois por cento da meta. Financiamento coletivo dá muito trabalho, manter uma campanha ativa requer esforço e jogo de cintura. O que as campanhas que não deram certo têm em comum? Os autores não se empenharam, não compraram a briga. Não tem como fazer uma campanha dar certo assim. Infelizmente, pra coisa funcionar, os participantes têm que estar comprometidos e ser um pouco chato mesmo. Mas é a diferença entre ser chato e realizar e ser um sujeito legal e não realizar.

LabPub — Quais as principais dificuldades e possibilidades do crowdfunding?

LOBO — O crowdfunding funciona como uma pré-venda, lógica já usada pelo mercado do livro, mas antes feito entre livraria e público, não entre autor e público como é agora. É um modelo de investimento que te possibilita tirar do zero uma publicação e entregá-la direto na mão do leitor. Agora estamos testando um novo modelo de campanha, recorrente, funciona como uma assinatura mensal, o gibi MOLUSCOMIX. Hoje enviei para a gráfica os arquivos da terceira edição. Tá sendo um desafio manter o compromisso todo mês, mas dá uma satisfação danada ver o gibizola pronto.

LabPub — Como surgiu a ideia, quantas pessoas envolvidas no projeto?

LOBO — O mundo dá as suas voltas. Na Desiderata publiquei um livro com roteiro do Leandro Assis, O Cabeleira. Noutra volta, o Leandro foi trabalhar no departamento de roteiro da Conspiração Filmes, onde conheceu o Molusco. Mais uma volta, já na Editora Barba Negra, colocamos um conto do Molusco no livro Verão da Lapa, do Wilson Aquino. Mas não conheci o Molusco na época. Volta vira, um dia fiquei pasmo olhando os desenhos fodas do Leandro Assis no Instagram: eu editei um roteiro do sujeito e não sabia que ele desenhava? Ele disse que queria se tornar desenhista de quadrinhos e estava desenhando todo dia. Eis que na reviravolta Leandro me chama um dia dizendo que tinha achado o projeto que queria fazer e trouxe a ideia de adaptar para livro os contos do Molusco. Este projeto tem sido um achado de novos parceiros e possibilidades. A Samantha Desimon faz todo o site, gerencia o e-commerce da editora e faz o atendimento aos leitores. Sempre tive grande admiração pela ilustração e design do Renato Faccini, que abraçou a causa e nos brindou com esse projeto gráfico de primeira. Ele é um sujeito genial, dono de uma criatividade gráfica absurda! O Fábio Pinto é parceiro de longa data, de bar e de letras, fez toda edição e preparação de texto do livro, ele quem achou a voz narrativa do Molusco. Mas tem muito mais gente boa envolvida na produção.

LabPub — Você já foi coordenador editorial, já montou uma editora (a Barba Negra): sobre essas experiências, que qualidades observaria hoje para contratar alguém para sua equipe?

LOBO — O primeiro critério é paixão pelo livro. Gosto de gente que discute o trabalho e que pensa fora da caixinha, que busca novas possibilidades, jeitos diferentes de fazer. Além de muita disposição para errar.

Posts recentes

28 de outubro de 2020 in Blog

EBOOKS GRATUITOS? SIM, ELES EXISTEM!

EBOOKS GRATUITOS? SIM, ELES EXISTEM! Ora frutos de fomento, ora iniciativa de editoras comerciais, boas notícias vêm de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. A editora Oficina Raquel,…
Read More
28 de outubro de 2020 in Blog

CELEBREMOS CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

CELEBREMOS CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE Sabe o que é o Dia D no Brasil? É todo 31 de outubro, data criada para comemorarmos a obra de Carlos Drummond de Andrade,…
Read More
28 de outubro de 2020 in Blog

CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO: SELO DA PENALUX ESPERA POR ORIGINAIS DE MULHERES ATÉ 1º DE DEZEMBRO

CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO:  SELO DA PENALUX ESPERA POR ORIGINAIS DE MULHERES ATÉ 1º DE DEZEMBRO E quem chama é voz e rosto bem conhecido aqui na LabPub: a editora, jornalista…
Read More

Nossos cursos

20 de outubro de 2020 in Cursos, Todos

Gestão Financeira de Editoras

Em geral os profissionais que não são da área financeira têm fobia de qualquer assunto que esteja relacionado a finanças e contabilidade. Não conseguem ouvir termos como capital de giro,…
Read More
18 de outubro de 2020 in Cursos, Todos

Direitos autorais e administração de contratos

O curso Direitos autorais e administração de contratos é voltado ao mercado editorial e está estruturado sobre dois pilares principais: disposições legais e práticas editoriais. Sejam editores, preparadores, designers, gestores ou proprietários…
Read More
5 de outubro de 2020 in Cursos, Todos

Teoria Queer: a construção dos gêneros

Gêneros são biologicamente determinados ou se tratam de construções sociais? A divisão sexual do trabalho é imutável? Campo de estudos em franca expansão, e com características transdiciplinares, a Teoria Queer…
Read More