Conheça a professora de PRODUÇÃO GRÁFICA PARA LIVROS

By 29 de julho de 2020 Blog

Conheça a professora de PRODUÇÃO GRÁFICA PARA LIVROS

Cecilia Arbolave comanda a turma 2 do curso, que começa dia 14 de setembro. Na entrevista ela conta como se interessou pela área e empolga ao falar das possibilidades da criação.

Não é apenas para quem já trabalha com produção gráfica ou deseja começar no setor: o curso PRODUÇÃO GRÁFICA PARA LIVROS fala também com autores e editores em geral. Quem garante é a professora! Cecilia Arbolave, jornalista, editora na Lote 42, nos faz rapidamente querer estar entre papeis e computadores para pensar em como os livros vão se apresentar aos leitores. Aqui é um daqueles casos em que ver cara é ver também coração. Esse curso tem como objetivo fazer um panorama da produção gráfica, apresentando os principais procedimentos de pré-impressão, impressão e acabamentos, sem deixar de abordar tipos de papeis, encadernação, tipografia e formas alternativas de explorar a criação de livros impressos.

LabPub — Pelo o que você percebe, as possibilidades da produção gráfica de livros hoje são bem utilizadas no mercado? Ou há muito ainda a se explorar em materiais, formatos etc?

Cecilia Arbolave — A qualidade impressa dos livros brasileiros é muito boa. Não só em relação a papéis, acabamentos e impressão, mas também ao design editorial, que explora a produção gráfica e faz projetos gráficos e capas atraentes, elegantes e com ousadia. No entanto, a produção gráfica oferece um enorme leque de possibilidades que nem sempre são exploradas. Experimentar demanda mais tempo, mais testes, mais trabalho. E entendo que dependendo do ritmo de publicação de uma editora, nem sempre dá para testar novos formatos para todas as obras. Mas acho que as prateleiras das livrarias e as bibliotecas dos leitores ficariam mais ricas com mais atenção dada à produção gráfica.

LabPub — Quem trabalha com texto também aproveita bem esse curso? Ou é muito específico para quem atua diretamente na produção gráfica?

Cecilia Arbolave — É um curso para todos! Entender o fluxo de produção de um livro, os processos e materiais envolvidos, ajuda a ter uma noção abrangente do que é um livro e como ele é feito. Muitas vezes sabendo de produção gráfica é possível propor soluções, mesmo não sendo da área. Uma vez ouvi a escritora gaúcha Veronica Stigger contar que no livro Sul, publicado pela Editora 34, ela criou um fragmento do livro pensando que as páginas do caderno poderiam ficar presas para que o leitor as rasgasse. Ela sabia do processo de acabamento e isso influenciou o processo criativo. Um exemplo de como a produção gráfica e a escrita podem se relacionar.

LabPub — Em recursos e mesmo na exploração de possibilidades, como você analisa a produção gráfica no mercado do livro do Brasil? Pode fazer comparação com alguns outros centros no mundo?

Cecilia Arbolave — Posso comparar com o mercado editorial argentino, com o qual tenho um contato um pouco maior porque acabo indo regularmente para lá e participando de eventos literários (ah, eu sou argentina!). Sinto que no Brasil, por mais que o custo dos insumos e dos processos de produção tenha aumentado nos últimos anos, temos, por um lado, muita variedade de papéis (nacionais e importados). Também contamos com tecnologia gráfica de ponta: o maquinário das gráficas brasileiras, ou pelo menos as de São Paulo, que são as que tenho mais contato, permite produzir livros com uma variedade ampla de acabamentos e de muita qualidade. Quando participo em feiras argentinas muitas vezes converso com colegas editores que olham para os papéis das edições que eu levo ou reparam nos formatos e me dizem que lá não daria para fazer igual. E eu vejo um pouco menos experimentação gráfica pelas minhas terras do que vejo aqui.

LabPub — Como você se interessou pela produção gráfica? Conte um pouco de sua trajetória, por favor.

Cecilia Arbolave — Entender como os livros são feitos sempre me interessou. Na nossa editora, a Lote 42, como somos uma equipe pequena, assumimos muitas funções e eu me aproximei dessa área. Nos primeiros livros eu ia na gráfica sem saber exatamente o que checar, mas aprendi na prática, com os próprios gráficos treinando meu olhar e me explicando os processos. Fiz também cursos e pesquisa própria para ampliar meu repertório. E como no nosso caso ainda temos sempre orçamentos apertados, para poder viabilizar alguns projetos tive que pesquisar soluções e materiais alternativos — e daí fui pegando o gosto!

LabPub — Pergunta filosófica (ou sem sentido, você vai dizer): se você elabora um livro muito mais bonito e atraente do que a relevância de seu próprio conteúdo, isso é enganar a leitora e o leitor?

Cecilia Arbolave — Complicado fazer essa separação forma/conteúdo porque em muitos casos o próprio formato pode também trazer camadas de sentido que o texto não revela. E ainda, quando forma e conteúdo se entrelaçam e conversam, o livro ganha uma potência enorme. De toda forma, acredito que a edição de um bom livro precisa ser trabalhada em todas suas camadas e que eventuais desequilíbrios podem prejudicar o resultado final.

Saiba mais sobre o conteúdo proposto e de como fazer sua matrícula:

https://www.labpub.com.br/producao-grafica-para-livros-t2/

 

Posts recentes

5 de agosto de 2020 in Blog

As mil caras do online

As mil caras do online Fazer um curso EaD ou uma live vai além de apenas transpor o conteúdo presencial para o online. A LabPub foi concebida para ser uma…
Read More
5 de agosto de 2020 in Blog

Júlio Ibrahim apresenta o mundo maravilhoso dos Didáticos

Júlio Ibrahim apresenta o mundo maravilhoso dos Didáticos A entrevista é breve, se comparada à profundidade do curso LIVROS DIDÁTICOS: PRODUÇÃO EDITORIAL, MERCADO E PERSPECTIVAS, que começa dia 15 de…
Read More
5 de agosto de 2020 in Blog

Formação de Tradutor de Livros em counting down

Formação de Tradutor de Livros em counting down  Começa dia 9 de setembro a quinta turma do curso, com os professores Cassius Medauar e Guilherme Kroll. Ainda é tempo de…
Read More

Nossos cursos

26 de julho de 2020 in Cursos

Marketing Digital para Editoras

Com as novas tendências editoriais de se comunicar diretamente com o público leitor — e também de vender diretamente para ele —, estratégias bem fundamentadas de marketing digital nunca foram…
Read More
20 de julho de 2020 in Cursos

Livros Didáticos: Produção editorial, mercado e perspectivas

O curso Livros didáticos: produção editorial, mercado e perspectivas é para o profissional que pretende se especializar e atuar na produção editorial de livro didáticos, bem como para aqueles que desejam se…
Read More
13 de julho de 2020 in Cursos

Oficina de Quadrinhos – como construir uma HQ: Tema, estrutura, personagens, narrativa, produção e venda

Existindo como embriões da arte desde antes da escrita, as histórias em quadrinhos são uma forma de expressão artística que se utiliza de imagens em sequência para contar uma história.…
Read More