Além do Conto da Aia: o feminino e a narrativa na obra de Margaret Atwood

By 22 de março de 2021 Cursos, Lab+, Todos
 

ALÉM DO CONTO DA AIA: O FEMININO E A NARRATIVA NA OBRA DE MARGARET ATWOOD

A inversão de papéis e novos começos são temas recorrentes em seus romances, todos eles centrados em mulheres que mergulham em seu relacionamento com o mundo e os indivíduos ao seu redor.

Horas/Aula
08 horas de videoaulas
Início
03.05.2021
Modalidade
EaD ao Vivo
Dias
03, 05, 10 e 12 de Maio
Das 19h às 21h10

Descrição

Margaret Atwood nasceu em 1939, em Ottawa, capital do Canadá. Famosa principalmente por sua ficção e por sua perspectiva feminista, Atwood publicou mais de quarenta livros, incluindo poesia e ensaios.

Em suas obras, Atwood pondera o comportamento humano, celebra o mundo natural e condena o materialismo. A inversão de papéis e novos começos são temas recorrentes em seus romances, todos eles centrados em mulheres que mergulham em seu relacionamento com o mundo e os indivíduos ao seu redor.

Seu livro mais popular no Brasil, O conto da aia (1985; filme 1990; ópera 2000) é construído em torno do registro de uma mulher vivendo em escravidão sexual em uma teocracia cristã repressiva do futuro que tomou o poder na esteira de uma revolução ecológica; uma série de TV baseada no romance estreou em 2017 e foi coescrita por Atwood.

Ao longo de sua carreira, recebeu alguns dos mais importantes prêmios literários do mundo, incluindo o Arthur C. Clarke, o Booker Prize, o Governor General’s Award e o Giller Prize, bem como o Prêmio para Excelência Literária do Sunday Times (Reino Unido), a Medalha de Honra para Literatura do National Arts Club (EUA), o título de Chevalier de l’ Ordre des Arts e des Lettres (França) e foi a primeira vencedora do Prêmio Literário de Londres.

Conteúdo

Aula Um – Introdução a Atwood
• Quem é Margaret Atwood?
• Breve história de seu legado narrativo
• Metologias de Escrita
• Principais temas
• Por onde começar?

Aula dois – Atwood, gênero e o mundo
• O que é gênero?
• O que é ser mulher?
• A construção do feminino em Atwood em poesia e prosa
• Construção de gênero em O Assassino Cego e Vulgo, Grace
• A limitação do gênero em O Conto da Aia e Os Testamentos

Aula Três – Narrativa como recuperação do passado
• Feminino e mitológico em A Odisseia de Penélope
• Contos de fadas e imagens do feminino antigo
• Recuperando Shakespeare em Semente de Bruxa
• Vulgo Grace e a narrativa do real

Aula quatro – Narrativa como construção do futuro
• O que é uma Utopia?
• O que é uma Distopia?
• Ficção especulativa x ficção científica
• Construção da distopia em Oryx e Crake
• Um passeio por Gilead – o cenário da distopia
• Ustopia e a resistência coletiva

Formas de pagamento

Cartão de crédito: 03 parcelas
À vista via transferência bancária: desconto de 5%

Certificado

Todos os participantes que assistirem 75% das aulas ao vivo ou gravadas receberão certificado.

Material de apoio

Todos os alunos poderão baixar o material usado pelos professores nas aulas.

Professora

CLÁUDIA FUSCO
Jornalista e mestre em Science Fiction Studies pela Universidade de Liverpool, Inglaterra. É pesquisadora de mitos, folclore, contos de fadas e literatura especulativa. Colaborou para o especial de ficção científica da revista Mundo Estranho e foi colunista do site Contraversão, escrevendo semanalmente. Já participou de conferências internacionais. Ministrou aulas no MIS, na USP, Casa do Saber, Youpix (por voto popular), entre outros.

Quero saber o valor e mais informações do curso





FAÇA SUA MATRÍCULA